20/04/2021
Retirada de prótese está em alta: Confira os motivos!
Com surgimento entre os anos de 1990 e 2000, os implantes de silicone sofreram alta procura por mulheres que buscavam a estética dos seios perfeitos e maiores. Hoje, as próteses têm passado por mudanças tecnológicas, com materiais mais modernos e resistentes, tornando-se assim mais seguros. Porém o acompanhamento médico frequente é necessário para garantir a saúde dos pacientes que ainda possuem prótese. 


O procedimento de mamoplastia de aumento (colocação de prótese) está entre os mais procurados no Brasil, porém, segundo Maira Caleffi, chefe do serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre, nas primeiras operações, não havia grande conhecimento sobre o efeito do implante no organismo a longo prazo. E mesmo que a procura por implantes continue alta no país, atualmente têm crescido também os casos para retirada de prótese - explante mamário. 

Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, em 2019 foram realizadas 211.287 cirurgias para implante de silicone e 19.355 procedimentos de retirada de prótese, com aumento de 33% em relação a 2018. 

Em 2021, houve uma mudança de comportamento dos números que mostram uma crescente de 2% para procura pela cirurgia de retirada de prótese, com posicionamento entre as 20 intervenções cirúrgicas estéticas mais procuradas.


Motivos para o aumento da procura pelo explante

Em entrevista ao G1 Notícias, Maira Caleff também revelou que muitas mulheres foram convencidas pelo cirurgiões plásticos a colocarem implantes sob a perspectiva de seios mais bonitos e durinhos. A realidade atual é que mesmo com o crescente uso das redes sociais, os padrões estéticos sofreram mudanças e a aceitação dos chamados “corpos reais” ou seja, aqueles que não espelham as modelos de capas de revistas ganharam mais espaço entre as mulheres. A aceitação do corpo feminino de antes da cirurgia, fez com que muitas mulheres desistissem das próteses e optando pela retirada. 

Outro motivo foi o surgimento de síndromes autoimunes como a ASIA (Síndrome Autoimune-Inflamatória induzida por adjuvante) cujo primeiro caso foi registrado em 2011. Esta doença está relacionada à presença do implante mamário no organismo, gerando rejeição tardia ou reação inflamatória do organismo à presença do silicone. Segundo Dr.Henrique Lopes Arantes, cirurgião plástico e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, depois do aparecimento dos primeiros casos da doença, muitas mulheres solicitaram a retirada da prótese mesmo sem sintomas ou comprovação da doença. 

A ASIA é uma doença rara e não afeta todas as mulheres, é importante consultar um médico especialista, mastologista, para checar a presença de sintomas. Nos casos positivos, é possível realizar a retirada do implante mamário sem deixar sequelas no organismo. E para mulheres que preocupam-se com a estética das mamas após a retirada do implante, também é possível realizar uma cirurgia de reestruturação mamária para devolver volume aos seios, eliminar a flacidez da pele e ajustar o formato. 
 

Prótese mais modernas

É importante lembrar que as próteses que oferecem maior risco são aquelas implantadas em um período superior a 10 anos. Os modelos de implantes atuais passaram por modificações e ajustes quanto à resistência da cápsula, o que diminui bastante os riscos de ruptura e vazamentos. Modificaram-se também a consistência do gel, revestimento, peso e a resistência dos invólucros. 

Atualmente, a troca do material para implantes novos e mais modernos não precisa ser realizada a cada 10 anos, apenas em casos de contratura capsular ou outros problemas com o implante. Porém, é sempre recomendado o acompanhamento frequente com um médico mastologista. 

Há também outras alternativas para o aumento dos seios, como a mamoplastia de aumento com lipoenxertia, ou seja, adição de gordura nos seios, retirada de outros locais do próprio organismo. Neste caso, as chances de rejeição são praticamente nulas. 


Fonte G1


Gostou da matéria? Caso você esteja procurando retirar seu implante de silicone, agende sua consulta. 
 
LEIA TAMBÉM

OUTROS POSTS

20/04/2021

Retirada de prótese está em alta: Confira os motivos!

O procedimento de mamoplastia de aumento (colocação de prótese) está entre os mais procurados no Brasil, porém, segundo Maira Caleffi, chefe do serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre, nas primeiras operações, não havia grande conhecimento sobre o efeito do implante no organismo a longo prazo. E mesmo que a procura por implantes continue alta no país, atualmente têm crescido também os casos para retirada de prótese - explante mamário.
LEIA MAIS
02/03/2021

É preciso remover a prótese de silicone? Confira!

Os casos de rompimento e complicações com próteses de silicone implantadas a mais de 10 anos foram crescentes nos últimos anos e levam a seguinte pergunta: É preciso trocar o implante de silicone ou apenas se houver alguma complicação?
LEIA MAIS
02/03/2021

Por que a procura por retirada de silicone aumentou?

A retirada de silicone conhecida como Explante Mamário, trata-se da remoção completa ou parcial das Próteses de Silicone. Apesar do número de cirurgias de implante de silicone realizadas ser de 18% ao ano, em média, segundo a Associação Brasileira de Cirurgia Plástica, o número de mulheres que procuram pelo Explante Mamário também cresceu.
LEIA MAIS